▲ tmp

Ana Luiza Kato (cancelado)

ana-luiza

 

 

 

 

 

 

 

No meio da construção, Ana, 18 anos, chama atenção pela animação: sempre dançando e cantando, muitas vezes músicas e paródias que ela mesma cria com outros voluntários. Essa animação é uma descarga de adrenalina para enganar o corpo cansado. Estudante de Gastronomia, diz que cozinha também é um trabalho pesado, um ambiente estressante, mas que na sua cozinha também tem sempre música. Entusiasta do TETO, conta que já até arrastou o pai para participar como voluntário. E com toda a energia que ela tem, é difícil imaginar como o pai poderia ter dito não!

Escute Feliz pra cachorro, do 5 a seco, e conheça mais a Ana.

Quando alguém visita a sua cidade, o que você diz pra pessoa que ela não pode deixar de ver?
Parque do Ibirapuera, Feira da Praça Benedito Calixto, barzinhos da Vila Madalena!

Qual o primeiro livro que você se lembra de ter lido? E o último?
O primeiro foi ” Meu Pé de Laranja Lima” [José Mauro de Vasconcellos]. O último, “Só as Mães são Felizes” [Lucinha Araújo].

Uma frase que você gosta de citar.
“Quando a vida decepciona, qual é a solucão? Continue a nadar! Continue a nadar! Continue a nadar! Nadar! Nadar! Pra achar a solução, nadar, nadar! ” [Dori, Procurando Nemo]

Um convite que você nunca recusa.
Uma boa companhia

Seu teto preferido.  
Um com muito amor.

 

Assista ao vídeo que gravamos com ela: